© 2019  by Trupe Miolo Mole

Senta que lá vem história

era uma vez

- Nossa história começa oficialmente em 2013, mas o sonho foi plantado em 2011,

quando Pablo Tavares, nosso fundador, deu início a um sonho antigo, que era atuar em hospitais, como um palhaço.

- Nesta época ele só tinha o sonho, e o apoio da sua noiva ( hoje esposa ) Bárbara

e o apoio de dois amigos: o Leandro e o Flávio.

- Em 2013, ano em que iria casar, depois de ser demitido do banco, Pablo arrisca tudo e decide viver somente para este sonho, e assim nasce a Trupe Miolo Mole.

curiosidades 

- Apesar de hoje atuarmos principalmente na pediatria dos hospitais que atendemos, nosso início foi em uma casa de saúde para idosos, e foi neste lugar que fomos treinados a ouvir, a olhar com carinho e durante alguns anos, esta foi nossa escola.

- No início do projeto, o Pablo sendo visionário, confecciona uma série de material gráfico, onde estava escrito : quem somos, nossa visão, nossa missão e os amigos mais próximos, brincavam dizendo que ele era maluco, pois na verdade era ele sozinho.

Então o Pablo respondia, que era só ele naquele momento, mas que em breve ele não estaria sozinho, e que as pessoas com o mesmo coração se uniriam a ele.

ong

- E não é que ele estava certo?

A família cresceu e o que antes era sonho, hoje é real.

- Depois de muito trabalho, de quase pensarmos em desistir, deu certo e neste ano de 2018, além de completarmos 5 anos, nos oficializamos como ONG.

- O que fazíamos de forma passional não vai mudar, o coração continua o mesmo, mas estamos descobrindo que temos ainda muito trabalho pela frente e mais sonhos para realizar.

onde atuamos

 

Nosso elenco é grande : 34 doutores palhaços estão espalhados por todo o Rio de Janeiro.

Hospital Estadual da Criança

Vila Valqueire

RJ

Hospital Geral de Bonsucesso

Bonsucesso

RJ

Hospital Jesus

Vila Isabel

RJ

quem atendemos?

No final das nossas visitas, separamos um tempinho para a nossa reunião besterológica, onde trocamos como equipe sobre como foi a visita daquele dia, analisando o que foi bom, o que podemos melhorar,

quantos atendimentos foram realizados e por aí vai.

Como estamos ficando grandinhos, e mais do que nunca responsáveis,

todas essas informações se tornam dados, que nos ajudam a medir nosso impacto social, bem como buscar medidas para aumentar este impacto, por onde nós passarmos.